Vá de Táxi

Gestão de táxi corporativo: como garantir comodidade e qualidade sem elevar os gastos?

22 May de 2018 - 18:35

Cresce a cada dia o número de empresas que implementam estratégias de gestão de táxi corporativo. Elas estão de olho em uma série de benefícios que vão desde a redução de custos às garantias de qualidade e a comodidade de seus colaboradores. Mas, o que é, afinal, a gestão de táxi corporativo? E quais são essas vantagens? É o que vamos responder neste artigo. Continue lendo para entender como é possível garantir mais comodidade e qualidade sem elevar os custos de transporte de pessoas no seu negócio!


O conceito: o que é gestão de táxi corporativo?


O táxi é hoje um meio de transporte muito importante para o mundo empresarial. É ele quem garante, por exemplo, que os executivos de negócio não fiquem presos no trânsito em momentos de pico. Também evita que clientes e parceiros tenham que se deslocar no transporte público para reuniões importantes. Na atual dinâmica das cidades (sejam grandes, médias ou pequenas), é fundamental gerenciar esse meio de transporte com estratégia, sobretudo no que diz respeito ao controle de custos, mas também em quesitos como qualidade do serviço e comodidade. Afinal, desafios como engarrafamentos no trânsito, insegurança pública, serviços clandestinos de transporte etc. estão no horizonte dos empresários. É dentro disso que se está, cada dia mais, falando em gestão de táxi corporativo. Em linhas gerais, trata-se da criação de um processo de controle gerencial do uso do táxi nas empresas. É dizer: a consolidação de uma política de uso (com regras claras para utilização e reembolso, por exemplo), bem como esforços para evitar gastos exagerados ao mesmo tempo em que a segurança e a qualidade do serviço são constantemente monitoradas e avaliadas. Podemos dizer que uma empresa que tem uma boa gestão de táxi corporativo é aquela que consegue manter seus gastos com esse serviço sob controle e oferecem a alternativa de transporte como um benefício perceptível aos seus públicos de interesse (colaboradores, clientes, parceiros de negócio etc.).

O desafio: como garantir segurança e qualidade do serviço de táxi sem elevar os gastos?


Na prática, há alguns pontos que precisam ser considerados pelos gestores responsáveis por uma estratégia de gestão de táxi corporativo para que a segurança e a qualidade sejam palpáveis — e sem que isso signifique gastar mais. Aqui estão algumas dicas para vencer esse desafio:


Modernize o uso do táxi


Se antigamente era preciso ter uma secretária responsável por fazer agendamentos ou chamar táxi emergencial, hoje é possível descentralizar essa tarefas. Ao adotar um aplicativo de táxi como o VÁ DE TÁXI, por exemplo, a empresa pode deixar que os próprios colaboradores façam isso. Logicamente, é importante ter diretrizes bem claras; regras de até onde as pessoas podem ir com esse benefício empresarial (justificativas, limites de valores, normas de reembolso etc). Ao utilizar um serviço atrelado a um aplicativo, a empresa garante que seu time vai usar um serviço de qualidade e seguro. Afinal, a solução tecnológica registra tudo (percurso, horário, quem é o taxista etc.). Isso evita a utilização de um serviço clandestino, por exemplo.


Conscientize os colaboradores sobre a gestão de táxi corporativo


É também importante que as pessoas saibam que a empresa leva o tema da gestão de táxi corporativo a sério. Elas devem saber, por exemplo, que há uma preocupação com o controle dos gastos, com a qualidade do serviço contratado e também com a segurança. Assim, estarão sempre alertas para seguir as regras e também para avaliar o serviço com uma visão empresarial. O uso do táxi deixa de ser banal quando se trata de transporte para trabalho.


Evite o uso de aplicativos que não são serviços de táxi


Uma boa gestão de táxi corporativo também passa pela não utilização de aplicativos nos quais os motoristas são particulares que fazem serviços de transporte. Neste tipo de serviço, os motoristas não podem utilizar os corredores de ônibus. Eles também trabalham com as chamadas “tarifas dinâmicas”, ou seja, os preços variam conforme uma série de critérios (horário, situação do trânsito, dia etc.). E isso não é bom para o controle de gastos. Ao utilizar o táxi, a empresa pode trabalhar com preços fixos e garantir que seus colaboradores não vão se atrasar para compromissos, pois ele não vão ficar presos no trânsito. Que tal, há uma boa gestão de táxi corporativo na sua empresa? O que você achou das nossas dicas? → Conheça agora os benefícios do VÁ DE TÁXI, o aplicativo de chamadas de táxi pioneiro no pagamento via app (mobile payment) no Brasil!